CARDIOLOGIA

Cardiologia

Apensar de as doenças cardíacas ainda representarem uma das maiores causas de morte no mundo, a cardiologia é uma das especialidades médicas que apresentam maior evolução, uma vez que possui mais de 100 anos de pesquisas.

Procurar um cardiologista é uma decisão intelgente a se tomar.
Quando não há fatores de risco, o ideal é que homens comecem a visitar um cardiologista aos 45 anos, e as mulheres aos 50.

Essa diferença entre homens e mulheres acontece porque, durante a fase procriativa, a mulher está mais protegida. Porém, depois da menopausa, os riscos se igualam, ou são até maiores para as mulheres.

Outro fator que deve ser levado em consideração é o histórico familiar. A idade da primeira visita ao cardiologista deve ser reduzida para 30 anos para homens e 40 para mulheres quando o paciente tem familiares portadores de diabetes, hipertensão, doença coronariana, ou que sofreram morte súbita ou morreram ainda jovens - principalmente se isso se repete com vários membros da mesma família.

Mas, quando o corpo dá alguns sinais, é melhor procurar um cardiologista, independente da idade. Sintomas como os descritos abaixo podem ser indicativos de que algo está errado com o coração:

• Cansaço desproporcional e falta de ar ao realizar algum esforço;
• Dores no peito durante atividades físicas ou em momentos de tensão;
• Dores de cabeça de origem não neurológica, oftalmológica ou de sinusite.

Maus hábitos como tabagismo, má alimentação e sedentarismo também são fatores que tornam necessária a visita a um cardiologista.

cardiologia-clinica-fernando-costa

Especialidades

CARDIOLOGIA
Saiba Mais
NEFROLOGIA
Saiba Mais
NEUROLOGIA
Saiba Mais
INFECTOLOGIA
Saiba Mais
ENDOCRINOLOGIA
Saiba Mais
CLÍNICA GERAL
Saiba Mais